Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

estrategiaeexcelencia

estrategiaeexcelencia

CONTINUANDO COM A HISTÓRIA...

Bom dia, Boa tarde, Boa noite...
Prezados amigos, seguidores ou simplesmente leitores deste simples blog, iniciamos mais uma semana de informações, direcionando o assunto aos amantes de história, que como eu, apreciam os incríveis Castelos de Porugal. Vamos conhecer um pouco, o Castelo de Cerveira...
Este Castelo foi um marco na história de Portugal. Principalmente por lutar contra as invasões francesas. Vila Nova de Cerveira ou simplesmente Cerveira, como originalmente se chamou, fica na margem esquerda do Minho. Assim como as demais povoações nascidas em posições estratégicas de defesa daquela fronteira setentrional, Cerveira foi desde cedo uma povoação fortificada. Já no começo do reinado de D. Afonso III, como consta nas inquirições de 1258, era encargo dos moradores de Cerveira e freguesias próximas, o fornecimento de materiais e a prestação de trabalho, quando convenientes de alguma reparação das edificações "casteleiras".
Depois de um período muito turbulento durante o século XIV, passados quase três séculos, uma grande crise nacional, a da Restauração, pôs à prova o patritismo dos moradores de Cerveira, pois em 1643, assediada a vila por forças espanholas invasoras, ela lhes resistiu valorosamnete forçando-as a desistirem do intento, tal como veio a suceder em 1809 ao exército francês do General Soult, visto que a guarniçaõ e o povo de Cerveira lhe impediram a tentada transposição do rio. Do velho Castelo, bem como de um muralhamento que os sucessos da retauração aconselharam se desse ao já existente crescimento da vila, só restam pedras de muralhas e de torres, tendo mesmo desaparecida já a que foi chamada Torre dos Mouros, talvez primitiva Torre de menagem. Existem porém, íntegras algumas portas, tais como a do acesso ao Castelo e a de recurso, habitualmente determinada "porta da traição", ambas do tipo "ogival" correspondente à época da construção, vendo-se sobre o fecho delas um belo escudo nacional, que ali perdura como um símbolo em recordação da honrosa história de Cerveira!
Já sabem, é mais um local que vale mesmo a pena conhecer...