Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

estrategiaeexcelencia

estrategiaeexcelencia

29.Dez.10

CONTINUANDO COM AS DICAS....

Vamos continuar com as melhores dicas para nossa saúde? Aí vão mais duas...

13. Chá de ervas por chá mate: Isto não é uma campanha contra as receitas da avó, mas as infusões à base de camomila e afins, perdem feio para o mate, quando o assunto é colesterol. Que o digam cientistas da Universidade Federal de Santa Catarina (Brasil), que avaliaram as propriedades desta erva típica do sul do país. "Notamos uma queda de 8,5% nos níveis de LDL em voluntários com taxas normais e uma redução extra de 13,5% em pessoas que tomavam remédios para abaixar o colesterol", conta o farmacêutico, Edson Luís da Silva que liderou a pesquisa. A proeza vem das "saponinas", moléculas presentes no mate. "Elas diminuem a absorção do colesterol no intestino, favorecendo sua excreção pelas fezes", explica. OBS: Como foi bem explicado, esta erva, que produz o chá mate, muito comum no Brasil, tem sua boa indicação quando o assunto é colesterol, não estamos com isso dizendo que os outros chás não devem ser consumidos! Além disso, esta erva que também existe em Portugal, não é muito consumida, justamente porque muitas pessoas não sabem o seu grande poder em ajudar a reduzir as taxas de colesterol, como já foi explicado!
14. Cebola branca por cebola roxa: Essa troca pode ser estendida ao alface e ao repolho: prefira sempre o roxo. As hortaliças com essa cor, abrigam um pigmento que aplaca o colesterol, a antocianina. "Experimentos feitos em animais no nosso laboratório mostraram que ela reduz consideravelmente a concentração da gordura no sangue", conta a Professora Tânia Toledo de Oliveira da Universidade Federal de Viçosa. "A substância inibe uma enzima que participa da síntese do colesterol no fígado, além de aumentar sua eliminação do organismo."
28.Dez.10

ROLLS-ROYCE, UM SONHO DE CARRO!

FOTO DO PRIMEIRO ROLLS-ROYCE
Vamos saber um pouquinho da história deste belo carro?
Rolls-Royce, o carro mais cobiçado do mundo, surgiu da união entre o mecânico Henry Royce e o Aristocrata Charles Stewart Roll, vendedor de automóveis. Henry projetou um carro revolucionário e convenceu Charles a conhecê-lo. Era Maio de 1904. Na oficina de Henry, Charles não gostou do motor de 2 cilindros até perceber que o carro era silencioso. Depois de um passeio, Charles fez a proposta: criaram a Rolls-Royce, assegurando o direito de exclusividade na venda de toda a produção. A parceria durou 6 anos. Charles morreu num acidente de avião em 1910. Depois da morte de Henry, em 1933, a plaqueta com as letras RR que identifica a marca passou a ter fundo preto, em vez do vermelho original. A estatueta A Dama Voadora, que fica na frente do carro, foi criada em 1910 pelo escultor inglês Charles Sykes.