Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

estrategiaeexcelencia

estrategiaeexcelencia

29.Nov.13

JÁ ESTÁ QUASE!!!!!!!

Olá leitores deste simples blog e amigos de tanto tempo....

Estamos FINALIZANDO os últimos detalhes do meu novo CD intitulado: PERDIDO EM MEUS PENSAMENTOS!

Estou tratando de pormenores junto aos direitos autorais, já tenho as canções registradas, estou tratando também dos detalhes da capa bem como da sua reprodução, sigo a espera da autorização da entidade credenciada para isso. Obrigado pela força, pelo insentivo e pela demonstração de carinho de vossa parte, afinal, antes do lançamento (que pretendo fazê-lo ainda quem sabe neste mês) já vendi antecipadamente 50 CÓPIAS!!!

Sei que isto não é nada.....porém, sendo eu um total desconhecido, estou contente com o resultado final da obra. Neste CD encontraremos música popular brasileira, bossa nova, jazz, country, tudo feito com muita dedicação e um instrumental melodioso, além de uma homenagem ao grande poeta Vinícius de Moraes.....enfim, assim que estiver "saído do forno" aviso TODOS VOCÊS.........mais uma vez muito obrigado pelo apoio.....

Enquanto o CD não sai, podem ir relembrando uma das canções que faz parte desta nova obra e que já disponibilizei no youtube: "Não quero mais me envolver"....

28.Nov.13

"UM CARA DE SORTE".........

Haviam 2 irmãos que trabalhavam de faxineiros em uma empresa. Um dia a empresa ofereceu a quem se interessasse uma oportunidade de concluir o segundo grau. Um dos irmãos entusiasmado disse que ia aproveitar e convidou o outro, que se recusou a ir naquele momento, mas, que iria no próximo ano. 25 anos depois haveria uma convenção com todos os funcionários da empresa que havia aberto lojas pelo Brasil todo. No dia da convenção, lá estavam 2 pessoas conversando, 2 faxineiros. Um disse para o outro. O próximo que vai falar é o vice presidente, sabia que é meu irmão? o outro, também faxineiro disse: Deixa de ser besta, um faxineiro ser irmão do vice presidente!! O primeiro respondeu. Acontece que ele é um cara de SORTE.   (Hamilton Cardoso de Souza)

E você, o que acha disso?????

27.Nov.13

GRAMOTERAPIA!!!

Entusiasta do aterramento adota caminhada periódica e cria “terapia da grama”                

Os resultados do contato com a terra - terapia alternativa - são defendidos por quem experimenta e tem seus efeitos exaltados no ganho de qualidade de vida e bem-estar. A publicitária Luciana Gonçalves pratica regularmente o método e é entusiasta da caminhada descalça. A praticante revela os motivos que a levaram a adotar o aterramento. “Comecei a reparar que estava dando choque. Eu pegava no portão, na porta do meu carro, na maçaneta e era um estalo. Aquilo me pareceu energia estática. E eu sempre tinha muita dor de cabeça no fim do dia, principalmente depois de dirigir muito, viajar”, conta.

A dica sobre o contato com a terra veio de um amigo, que percebeu o “desequilíbrio energético” de Gonçalves e recomendou a terapia. “Ele me falou que eu precisava andar descalça na grama, na terra ou na areia. Eu fiquei com aquilo na cabeça, mas não fui fazer a caminhada logo depois. Como a dor de cabeça persistiu, resolvei tentar. Tirei o sapato e fui a um gramado que tem na casa de minha irmã. Fiquei alguns minutos andando lá e percebi que a dor de cabeça passou”, declara a adepta da técnica.

Posteriormente, impressionada com a rapidez dos resultados, Gonçalves passou a pesquisar e estudar sobre o aterramento. “Encontrei uma série de evidências que apontavam os benefícios. É considerada uma teoria eletromagnética. Comecei a estimular meus amigos a experimentarem para ver se não era uma experiência só minha. E todos começaram a falar que sentiram melhoras”, aponta Gonçalves. O alívio na tensão dos ombros e pescoço e o relaxamento foram os principais reflexos relata.

Com os efeitos animadores da terapia, Gonçalves passou a praticar a caminhada regularmente e batizou, em uma brincadeira, o “método” de gramoterapia. “Acho que estamos tão distantes da grama, do chão, da terra, tão protegidos da nossa natureza, que isto está nos sobrecarregando por um ponto biofísico, energético mesmo”, entende. “Procuro divulgar a todos porque o efeito e rápido”, complementa.

Gonçalves procura praticar a “gramoterapia” pelo menos uma vez por semana. A periodicidade tem sido suficiente para os efeitos positivos serem sentidos no dia a dia. “Durmo melhor, não tenho dor de cabeça e nem dou mais choque. Para mim, está sendo fundamental, mudou meus hábitos”, observa. “Recomendo porque estou praticando”, acrescenta. 

Para médico, corpo humano precisa de descarga de energia

O homeopata Admir Franzolin entende que o aterramento pode mesmo trazer benefícios para a saúde na medida em que propicia uma descarga de energia. “Se você imaginar que nosso corpo é energia - porque, na verdade, matéria nunca foi provada que existe -, quanto mais você for reduzindo, chegando a prótons, neutros e elétrons, vai ver que somos um vazio, somos distanciados. Neste sentido, o corpo humano precisa de uma descarga de energia”, opina. O médico ainda aponta que a própria natureza nos dá indícios, que ignoramos, das vantagens de um contato direto. “Nenhum dos animais anda calçado. Existe uma série de coisas que o humano deveria observar e não observa. Há uma carga de energia porque começamos a impermeabilizar nosso pé com sapato de couro ou borracha e não tem o aterramento”, declara.

Franzolin vê na queda do estresse o primeiro ganho, que é imediato. “Caminhar em grama ou terra desestressa. Pensamento negativo acumula energia negativa, que leva a doença. Andar descalço na terra ou grama significa que o planeta Terra puxa sua energia negativa e renova”, aponta. O equilíbrio do sistema elétrico do corpo humano, minimizando os radicais livres, relacionados a inflamações, também é considerado. “O radical livre é, por exemplo, o que oxida o LDL, que chamam de colesterol ruim. Mas é porque esta parte do colesterol fica oxidada. Aí, ele machuca a parede de uma artéria e começa acumular gordura. Isso é um processo inflamatório”, diagnostica o homeopata.

O médico acredita que a natureza traz soluções para vários problemas de saúde, alternativas muitas vezes subestimadas. “É mesma coisa que os 15 minutos que tomamos de sol e quando fabricamos a vitamina D. Que, na verdade, não é uma vitamina, é um hormônio que vai auxiliar em uma série de coisas”, exemplifica. “Tudo dá para buscar na natureza. É que, depois da Segunda Guerra Mundial, começaram a fabricar medicamentos de laboratório e ficou tudo uma substância que não é natural, intoxicando e sobrecarregando o organismo. Estamos mergulhados nisso”, finaliza.

http://www.jcnet.com.br/Geral/2013/05/gramoterapia.html

 

Vale a pena a dica!!!!! Mais para frente, falaremos um pouquinho mais sobre este tema......

Pág. 1/8