Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

estrategiaeexcelencia

estrategiaeexcelencia

A IMPORTÂNCIA DAS PLANTAS....

Vamos então continuar a falar da importância das plantas para nossa saúde?

Na semana passada falamos sobre o ABACAXI, hoje falaremos sobre a incrível ABÓBORA!

abobora.jpeg

Nome científico: Cucurbita pepo L. 
Família: Cucurbitaceae. 
Sinônimos botânicos: Cucurbita courgero Ser., Cucurbita elongata Bean ex Schrad., Cucurbita esculenta Gray,Cucurbita ovifera L. 
Outros nomes populares: aboboreira, abobra, jerimum, jerimunzeiro, abobrinha italiana, abóbora-amarela, abóbora-da-guiné, abóbora-de-carne-branca, abóbora-de-carneiro, abóbora-grande, abóbora-moganga, abóbora-moranga, abóbora-de-porco, abóbora-porqueira, abóbora-quaresma, abobreira-grande, cabaceira, cucurbita-major-rotunda, cucurbita-potiro, girimum, jeremum, jurumum, zapalito-de-tronco, zapalo, erimum, jerui, pumpkin (inglês), abobra (espanhol), courge (francês), peperone (italiano), garten-kürbis (alemão). 


Constituintes químicos: 
As sementes contêm: óleo essencial (até 50%), albuminas, glicosídeo (cucurbitina), resina, minerais (principalmente) zinco. 
A polpa contém açúcares, albuminas, gorduras, ácido ascórbico, ácido hidrociânico, ácido salicílico, aminoácidos, carotenóides, cucurbitacina E, cucurbitina, flavonóides, saponinas, tanino, trigonelina, vitaminas, minerais. 


Propriedades medicinais: anti-helmíntica, antiinflamatória, anti-febril, antitérmica, bactericida, diurética, emoliente, estomáquica, hepática, tenífuga, umectante, vermífuga. 


Indicações: erisipela, febre, inflamação (rins, vias urinarias, fígado, baço, próstata, ouvido, pele, generalizada), queimadura, vermes, dores de ouvido, anemia, avitaminose, infecções dos rins, náusea, vômito da gravidez, ferida de origem sifilítica, peles oleosas, limpeza da pele, acne, suavizar e amaciar a pele, máscara capilar, alisar os cabelos (submetidos a tratamento químico). 


Parte utilizada: folhas, flores, sementes, polpa. 
Contra-indicações/cuidados: não foram encontrados na literatura consultada. 
Efeitos colaterais: não foram encontrados na literatura consultada. 

Modo de usar: 
- Fruto cozido, em pedaços ou purê, com carne, carne seca ou camarão e sopas, na preparação de doces e compotas; 
- Fabricação de loções para a limpeza da pele; 
- polpa, retirada por decocção: diarréia e gases; 
- sumo da polpa: prisão de ventre; 
- suco das sementes trituradas: febre, inflamações das vias urinárias, afecções renais; 
- As sementes, cruas e secas: tratamento de próstata, vermes intestinais; 
- cataplasma das folhas: queimaduras, inflamações, dores de ouvido; 
- folhas, cruas e frescas: anemia, avitaminose. 

Se acharam úteis tais informações, COMPARTILHEM............