Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

estrategiaeexcelencia

estrategiaeexcelencia

COMO DAR ADEUS AO CIGARRO!

fumo

Se você deseja parar de fumar, existem diversas formas de parada.

Escolha a que for melhor e a melhor data para não fumar mais:  

•Parada abrupta (mais eficaz), jogar o maço no lixo e não fumar mais.

•Redução gradual, ou seja, contar quantos cigarros fuma por dia, determinar quantos cigarros serão diminuídos por dia.  NÃO ESQUECER DE JOGAR O RESTANTE NO LIXO.

•Adiamento gradual, adiar em 1 hora o 1º cigarro que fuma no dia até parar.

Planeje para que na forma de redução gradual ou adiamento em 2 semanas não esteja mais fumando.

O cheiro e os objetos associados ao hábito de fumar são perigosos, portanto para facilitar o distanciamento e o esquecimento do cigarro tome as seguintes providências: 

•Troque os lençóis,

•Lave as roupas pessoais,

•Lave o carro,

•Retire os cinzeiros,

•Doe os isqueiros,

•Jogue no lixo os cigarros

•Evite hábitos associados (café, bebidas alcoólicas...).

Identifique em qual momento o cigarro está presente em seus hábitos e inicie com as mudanças.

ASSOCIAÇÕES                        MUDANÇA DE HÁBITOS                                                                    
                                                                                 

Café                                         Chá calmante gelado

Falar ao telefone                     Caneta e papel na mão

Após as refeições                    Escovar os dentes

Bebida alcoólica                      Evitar no início

Ir ao banheiro                         Ler uma revista

Dirigir                                      Caneta na mão 

 

O que pode acontecer quando você parar de fumar?

A primeira reação é o forte desejo de fumar, que é chamado de fissura.

Você pode aprender a controlá-la, pois ela só dura 1-5 minutos.

Cada vez que for controlada ela voltará mais fraca e com menos freqüência e você será um vitorioso, pois estará vencendo a dependência.

Outras reações que podem ocorrer são: Irritabilidade, ansiedade, insônia, dificuldade de concentração, prisão de ventre, sede, dores de cabeça.

Não é necessário que todas estejam presentes e costumam durar menos do que 2 semanas.

Peça ajuda de familiares ou amigos que possam estar ao seu lado nesses primeiros dias.  

(Fonte:CRATOD / Secretaria de Estado da Saude de São Paulo)  

(Texto enviado por minha querida amiga, Maria Tereza)