Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

estrategiaeexcelencia

estrategiaeexcelencia

MAL DE ALZHEIMER!

Normalmente quem sofre desta doença esquece o seu nome, não consegue terminar uma frase, toma líquidos com dificuldades, além de não controlar bem as funções fisiológicas. Existem algumas drogas para ajudar no tratamento desta doença, no entanto, são drogas como todas as outras, degenerativas! Por isso, para evitar este mal cada vez mais comum, segue alguns "conselhos" e dicas para que possamos ao menos retardar este processo:
- Ler muito, escrever, buscar a clareza das idéias, criando assim novos circuitos neurais que venham a substituir os afetados pela idade.

 

- Inventem novos desafios, façam palavras cruzadas, forcem a memória (não sossegue enaquanto não lembrar o nome de algum conhecido ou de uma localidade onde esteve nos últimos 20 ou 30 anos)
- Não basta ler, empenhe-se em entender o que está escrito, aprenda outra língua, mesmo que você já tenha sessenta anos.
- Coloque a palvra FELICIDADE no topo da lista de prioridades: 7 de cada 10 doentes nunca ligaram para essas "bobagens" e viveram vidas medíocres e infelizes, muitos nem mesmo tinham consciência disso.

 

- Mantenha-se interessado no mundo, nas pessoas, no futuro. Invente novas receitas, experimente (se não gosta de ir para a cozinha, é preocupante...aprenda a gostar)
- Lute! Lute sempre por um ideal, por uma causa, pela felicidade. Parodiando Maiakovski, que disse: "melhor morrer de vodka do que de tédio", por isso digo:" melhor morrer a lutar o bom combate do que ter a personalidade roubada pelo Alzheimer.
Uma descoberta dentro da neurociência veio a revelar que o cérebro mantém a capacidade extraordinária de crescer e mudar o padrão de suas conexões. Os autores desta descoberta, Lawrence Katz e Manning Rubin, revelam que a Neuróbica, a "aeróbica dos neurônios", é uma nova forma de exercício cerebral projetada para manter o cérebro ágil e saudável, criando novos e diferentes padrões de atividades nos neurônios em seu cérebro. Cerca de 80% do nosso dia-a-dia é ocupado por rotinas, que apesar de ter a vantagem de reduzir o esforço intelectual, escondem um efeito perverso, limitam o cérebro! Para contrariar esta tendência, é necessário praticar exercícios cerebrais que fazem as pessoas pensarem somente no que estão fazendo, concentrando-se na tarefa. O desafio da NEURÓBICA é fazer tudo aquilo que contraria as rotinas, obrigando o cérebro a um trabalho adicional. Tente fazer um teste:
- Use o relógio de pulso no braço direito;
- Escove os dentes com a mão contrária a de costume;
- Ande na escada de trás para frente;
- Vista-se de olhos fechados;
- Estimule o paladar, coma coisas diferentes;
- Veja fotos de cabeça para baixo;
- Veja as horas num espelho;
- Faça um novo caminho para ir ao trabalho.
A proposta é mudar o comportamento rotineiro. Tente, faça alguma coisa diferente com o seu outro lado e estimule o seu cérebro. Vale a pena tentar! Que tal começar agora trocando o mouse de lado? Que tal reencaminhar esta mensagem aos seus amigos fazendo isso com o mouse na mão esquerda? (Por: Roberto Goldkorn, Psicólogo e escritor)
"Pense profundamente, fale gentilmente, ame bastante, ria frequentemente, trabalhe com afinco, dê com generosidade, pague pontualmente, ore fervorosamente e seja bom!"(Elmer Wheeler)