Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

estrategiaeexcelencia

estrategiaeexcelencia

NUNCA JULGUE PELAS APARÊNCIAS!!!!

Incrível, no meio de uma manifestação em plena Avenida Paulista (no coração de São Paulo, Brasil) quem olha para este cidadão, pensa que ele é um NADA, talvez um mendigo, um "lixo" (no ponto de vista de alguns) mas vejam só, este cidadão verdadeiramente brasileiro, disse toda a verdade que todos precisam ouvir....Pensa que isso foi um tapa na cara dos governantes brasileiros??? Não!!!!!!! Foi uma lição para os cidadãos, para os ELEITORES, pois são os estes que escolhem os seus representantes!!!!! Vejam o vídeo.....

Não me "meto" em política, nem tampouco quero dar opinião a favor deste ou daquele...LONGE DISSO! O objetivo deste post é para mostrar que uma pessoa que a princípio não tem "nada a oferecer", é mais culta do que muita gente que o julga sem sê-lo......e tenho dito!

QUE TAL DESPEDIR O PATRÃO?

trabajador-patea.jpg3 MOTIVOS PARA "DESPEDIR O PATRÃO"

É comum falar-se no despedimento de funcionários. Mas porque não inverter os papeis e optar por “despedir o patrão”? 

Se achava que íamos sugerir que tomasse medidas contra o seu patrão enganou-se. A expressão é, obviamente, uma metáfora, mas serve para ilustrar o tema que aqui nos traz hoje: a demissão de profissionais devido a relações difíceis com as chefias/entidades patronais. O que queremos dizer na verdade é algo do género “não se demita, despeça antes o seu patrão”. 

As razões 

Lidar com chefes difíceis não é fácil. Isso, todos sabem. Que todos pretendem impressionar as chefias, Idem, aspas. O problema é quando não se consegue impressionar e muito menos lidar com as relações mais complicadas. Nessa altura é chegada a hora de tomar uma decisão: a sua saída. Ou melhor, está na hora de “despedir o patrão” e procurar outras oportunidades. 

Os números não mentem. Ter um mau patrão ou dificuldade em relacionar-se com as suas chefias é uma das principais razões que levam muitos profissionais a demitir-se dos seus empregos. Mas é preciso mais do que um “arrufo” entre si e as suas chefias para tomar essa decisão. 

No entanto, há vários motivos para dar esse passo e “despedir o seu patrão”. Veja alguns exemplos.

1. Promessas falhadas 

Dedica-se a 100% à empresa e espera ter retorno por esse esforço, seja um aumento ou uma promoção. É natural que assim seja. O problema é que apesar dessas “recompensas” lhe serem constantemente prometidas, não passam disso, promessas. Se é esse o caso, então o melhor é “tomar as rédeas” da situação e das duas umas: ou as promessas se efetivam (ter garantias por escrito seria uma mais-valia a seu favor) ou então procure uma oportunidade onde possa ter possibilidade e evoluir em termos salariais e profissionais.

2. Falta de reconhecimento e valorização do seu trabalho 

Se está a dar o seu melhor e até contribui para os bons resultados da empresa, seria de esperar que lhe dessem o devido crédito pelo seu trabalho. Se o seu chefe se limita a ficar com os “louros” pelo seu trabalho, então o melhor é deixá-lo e partir em busca de algo melhor.

3. Não lideram nem orientam 

Seria de esperar que alguém numa posição de chefia fosse capaz de dar orientações ou de liderar uma equipe, mas nem sempre é assim. Há uma diferença (grande) entre chefiar e liderar. E parte dessa dificuldade assenta da comunicação efetiva do trabalho e nas relações estabelecidas ou de envolver a equipe nos processos de decisão por exemplo. 

A hora certa 

A hora certa para “despedir o patrão” depende de vários fatores. Os principais: a sua motivação (ou a falta dela), o nível de saturação em que se encontra ou a sua produtividade. Por isso, pergunte-se a sim mesmo: devo demitir-me ou não? Ninguém melhor do que você mesmo para analisar a sua situação profissional e tomar a decisão mais acertada. 

Mas agora já sabe, quando decidir mudar o rumo da sua carreira, não se demita, “despeça o seu patrão”. (Fonte: www.e-konomista.pt)

Obviamente que, estamos tratando aqui de PROFISSONAIS de verdade! Daqueles que REALMENTE vestem a camisa e vão a luta, não estamos nos referindo aqueles que se acomodam, que ficam na sua "zona de conforto" e não fazem nada para mudar, para aprimorar e para ser um funcionário exemplar e produtivo! Tenho a absoluta certeza que, quem ler este post e se enquadrar no que eu disse acima, é porque se trata de um VERDADEIRO PROFISSIONAL!

SIGNIFICADO DE EXPRESSÕES POPULARES (PARTE 18 E 19)

massada01.jpg

 

18. QUE MASSADA

Significado: Exclamação usada para referir uma tragédia ou contra-tempo.

Origem: É uma alusão à fortaleza de Massada na região do Mar Morto, Israel, reduto de Zelotes, onde permaneceram anos resistindo às forças romanas após a destruição do Templo em 70 d.C., culminando com um suicídio colectivo para não se renderem, de acordo com relato do historiador Flávio Josefo.

e.jpg

 

19. PASSAR A MÃO PELA CABEÇA (OU NA CABEÇA) 

Significado: perdoar ou acobertar erro cometido por algum protegido.

Origem: Costume judaico de abençoar cristãos-novos, passando a mão pela cabeça e descendo pela face, enquanto se pronunciava a bênção.

DIA MUNDIAL DA METEOROLOGIA....

small_shutterstock_162415814.jpg

O Dia Mundial de Meteorologia celebra-se a 23 de março, para comemorar o dia da entrada em vigor da Convenção que instituiu a Organização Meteorológica Mundial (OMM), em 1950, como agência especializada das Nações Unidas para a meteorologia e clima e, posteriormente, para a hidrologia e ambiente.

A data visa ainda alertar a população para a necessidade de preservar os ecossistemas assim como fazer uma utilização racional dos recursos naturais do planeta Terra.

Além do Dia Mundial da Meteorologia existe o Dia do Meteorologista. O dia 3 de março era a antiga data do Dia do Meteorologista. Este dia passou a celebrar-se a 14 de outubro (Fonte: http://www.calendarr.com)

É verdade que nem sempre as previsões tem 100% de acerto, no entanto, normalmente funcionam e o fato é que é mais vantajoso sairmos de casa prevenidos com os alertas da meteorologia do que sair sem saber de nada, não acham? 

Uma curiosidade......

metereologia.jpg